Se você não conseguir editar a wiki após o login, você precisará solicitar direitos de edição usando este formulário. Você será notificado assim que tais direitos de edição lhe forem concedidos.

São Gonçalo, Rio de Janeiro - Genealogia

Fonte: FamilySearch Wiki
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Brasil Gotoarrow.png Rio de Janeiro São Gonçalo

(Inclua nesta página dados deste município. As informações em itálico são apenas orientações e deverão ser suprimidas assim que os conteúdos forem incluídos.)

SaoGoncaloRJ.svg.png

Localização: Mesorregião Metropolitana do Rio de Janeiro
Área: 249,142 km²
Distância da Capital: 25 km

Datas[editar | editar código-fonte]

São Gonçalo tem duas datas comemorativas: a primeira é o aniversário da emancipação do município, que é comemorado no dia 22 de setembro, quando é realizado anualmente, o desfile cívico que acontece no Centro; o segundo é o dia 10 de janeiro, o dia em homenagem ao padroeiro do município, São Gonçalo de Amarante, na Igreja Matriz.

Freguesia criada com a denominação de São Gonçalo, por Alvará de 10-02-1646 ou 1647. subordinado ao município de Niterói.

Elevado à categoria de vila com a denominação de São Gonçalo, pelo Decreto Estadual n.º 124, de 22-09-1890, desmembrado de Niterói. Constituído do Distrito Sede.

Antigas Denominações[editar | editar código-fonte]

Municípios Circunvizinhos[editar | editar código-fonte]

Localidades[editar | editar código-fonte]

Distritos:

São Gonçalo (sede)

Ipiíba

Monjolo

Neves

Sete Pontes

História[editar | editar código-fonte]

A região onde está situado o município era primitivamente habitada por índios tamoios que foram surpreendidos pelos primeiros conquistadores, portugueses e franceses. São Gonçalo foi fundado em 6 de abril de 1579 pelo colonizador Gonçalo Gonçalves. Seu desmembramento, iniciado no final do século XVI, foi efetuado pelos jesuítas, que instalaram uma fazenda na zona conhecida como Colubandê no começo do século XVII, às margens da atual rodovia RJ-104.

Em 1646, foi alçada à categoria de paróquia, já que, segundo registros da época, a localidade-sede ocupava uma área de 52 km², com cerca de seis mil habitantes, sendo transformada em freguesia. Visando à facilidade de comunicação, a sede da sesmaria foi posteriormente transferida para as margens do rio Imboaçu, onde foi construída uma capela, monumento atualmente restaurado. O conjunto de marcos históricos remanescentes do século XVII inclui a fazenda Nossa Senhora da Boa Esperança, em Ipiíba, a propriedade do capitão Miguel Frias de Vasconcelos, no Engenho Pequeno, a capela de São João, o porto do Gradim e a Fazenda da Luz, em Itaóca; todos lembranças do passado colonial de São Gonçalo.

No século XVIII, o progresso econômico atingiria proporções maiores e, ao lado das fazendas, não eram poucos os engenhos de açúcar e aguardente, da mesma forma que prosperavam as lavouras de mandioca, feijão, milho e arroz. O comércio desenvolvia-se na mesma proporção das atividades agrícolas, e as dezenas de barcos de transporte de gêneros e passageiros davam maior movimento ao litoral, em constante intercâmbio com outros portos das diversas freguesias e com os do Rio de Janeiro.

Em 22 de setembro de 1890, o Distrito de São Gonçalo é emancipado politicamente e desmembrado de Niterói, através do decreto estadual nº 124. Em 1892, o decreto nº 1, de 8 de maio, suprime o município de São Gonçalo, reincorporando-o a Niterói pelo breve período de sete meses, sendo restaurado pelo decreto nº 34, de 7 de dezembro do mesmo ano. Em 1922, o decreto 1797 concede-lhe novamente foros de cidade, revogada no em 1923, fazendo a cidade baixar à categoria de vila. Finalmente, em 1929, a Lei  nº  2335, de 27 de dezembro, concede a categoria de cidade a todos as sedes do município.

Famílias Tradicionais[editar | editar código-fonte]

Estephania de Carvalho (professora), Flavio Monteiro de Barros (fazendeiro e politico), Joaquim Lavoura (pescador,comerciante,politico,prefeito), Lauro Baptista (médico,político,professor,escritor e jornalista), Luis Palmier (professor,médico,escritor,historiador,geográfo e jornalista), Mário Niajar (professor e médico).

Instituições[editar | editar código-fonte]

Cartórios de Registro Civil, Notas e similares[editar | editar código-fonte]

Nome Tabelionato de Notas e 1º Ofício de Registro de Imóveis
Endereço Rua Cel. Moreira César, 107

São Gonçalo 24440-400

Horário De 2ª a 6ª feira, das 9h às 17h.
Contato Telefone : (21) 2712-2044

Fax : (21) 2712-3172

Email : csn@cartoriosilvanetto.com.br

Serviços Notas, Registro de Títulos e Documentos, Registro Civil de Pessoas Jurídicas
Nome Tabelionato de Notas e 2º Ofício de Registro de Imóveis
Endereço Rua Dr. Feliciano Sodré, 138

São Gonçalo 24440-440

Horário De 2ª a 6ª feira, das 9h às 17h.
Contato Telefone : (21) 2605-7808

Fax : (21) 3706-1744

Email : 2oficio.sg@velomail.com.br

Serviços Notas, Registro de Imóveis
Nome Tabelionato de Notas e 3º Ofício de Registro de Imóveis
Endereço Rua Antônio Alves, 99 - Lojas 23 A 27

São Gonçalo 24710-390

Contato Telefone : (21) 2701-2326

Fax : (21) 2701-9862

Serviços Notas, Registro de Imóveis

Cemitérios[editar | editar código-fonte]

Cemitério Parque da Paz

R Adir Reis, 64 - Pacheco, São Gonçalo - RJ

Tel : (21) 2701-7949 / (21) 2701-5827

Cemitério Municipal de São Gonçalo

R. Dr. Francisco Portela, Camarão, São Gonçalo, RJ

Centros de História da Família[editar | editar código-fonte]

Centros de História da Família Arsenal Brasil

Centro de História da Família- Rua : Alexandre Muniz 107 - Vila Três - Alcântara - São Gonçalo

RJ - Brasil 24740 000

Tel: 55 (21) 2701-3589 Email: BR-Arsenal@familyhistorymail.org .

Centro de História da Familia Niterói Brasil

Centro de História da Família - Rua: Leite Ribeiro 22 - Fonseca - Niterói

RJ- Brasil - 24120-210

Tel : 55 (21) 2625-0013 Email: BR _ Niterói@familyhistorymail.org -

Horários de atendimento :

Segunda: 07:00/10 h - Terça 17:00 -21:00 - Quartas 7:00/ 10:00 -Quinta 17:00-21:00- Sexta 17/21:00.

Clique aqui para ver a página deste CHF.

Outros Locais e Instituições[editar | editar código-fonte]

Museu da Imigração - Ilha das Flores - https://www.miif.org.br/

(Inclua as igrejas e outras instituições ligadas a estas, como dioceses, arquidioceses e escritórios, existentes no municípios, bem como endereço, telefone, e-mails e links para páginas virtuais, se houver.)

Outros Recursos de Pesquisa[editar | editar código-fonte]

Bibliografias[editar | editar código-fonte]

(Inclua livros já publicados relacionados à localidade.)

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. https://pt.wikipedia.org/wiki/São_Gonçalo_(Rio_de_Janeiro)
  2. http://cod.ibge.gov.br/233YZ
  3. https://www.saogoncalo.rj.gov.br/historia.php
  4. https://www.cidade-brasil.com.br/municipio-sao-goncalo.html
  5. https://cidades.ibge.gov.br/brasil/rj/sao-goncalo/panorama