Se você não conseguir editar a wiki após o login, você precisará solicitar direitos de edição usando este formulário. Você será notificado assim que tais direitos de edição lhe forem concedidos.

Puxinanã, Paraíba - Genealogia

Fonte: FamilySearch Wiki
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Brasil Gotoarrow.png Paraíba Gotoarrow.png Puxinanã

(Inclua nesta página dados deste município. As informações em itálico são apenas orientações e deverão ser suprimidas assim que os conteúdos forem incluídos.)


Paraíba Municip Puxinanã.svg.png

Localização: Mesorregião Agreste Paraibano
                   Microrregião Campina Grande
Área: 73,673 km²
Distância da Capital: 121Km

Datas
[editar | editar código-fonte]

(Inclua datas históricas relacionadas ao município, como data de fundação, emancipação política, etc.)

Em 10 de dezembro de 1953, o distrito de Puxinanã deixa de pertencer ao município de Campina Grande para ser anexado ao novo município de Pocinhos. Elevado à categoria de município com a denominação de Puxinanã, em 11 de dezembro de 1961, desmembrado de Pocinhos.

Antigas Denominações
[editar | editar código-fonte]

(Inclua antigos nomes que o município tenha tido.)

Municípios Circunvizinhos
[editar | editar código-fonte]

Localidades
[editar | editar código-fonte]

(Inclua sublocalidades do município que sejam significativas, tais como povoados, fazendas, estâncias, etc.)

História
[editar | editar código-fonte]

(Inclua um breve resumo histórico sobre o município, destacando os fatos que se relacionem ou que facilitem de alguma forma a pesquisa genealógica na localidade.)

Para chegarmos à formação do atual município de Puxinanã, é preciso que antes seja mencionada a construção da barragem que se situa hoje junto à Sede Municipal, pois a construção dessa barragem foi o ponto de partida para a ocupação e colonização da região. Através de autorização do governador João Suassuna, no ano de mil novecentos e vinte e quatro, tiveram início as obras da barragem que servia para o abastecimento de água à Campina Grande. Anteriormente já existiam no local algumas casas de propriedade de José Fidélis e Severino José de Melo, além de alguns sítios mais afastados como os de Antônio Gomes do Nascimento e da família Pereira da qual o governo do Estado adquiriu o terreno para a construção do açude. Com o projeto para ser iniciado, chegou ao local o engenheiro Rômulo Campos para a realização de estudos mais específicos e a implantação do canteiro de obras. A Igreja que é hoje a matriz do município foi doada por Antônio Gomes do Nascimento e começou a ser construída no ano de mil novecentos e cinquenta e cinco. Dando-se início à construção da barragem, ali chegaram muitos trabalhadores que começaram a estabelecer-se a construir suas casas, formando o que se poderia chamar a início de uma povoação. No dia dez de dezembro de mil novecentos e cinquenta e três, quando da criação do município de Pocinhos, Puxinanã, que pertencia à Campina Grande, passou a fazer parte, administrativamente, do recém-criado município.

Famílias Tradicionais
[editar | editar código-fonte]

(Relacione as famílias mais antigas e tradicionais do município, por ordem alfabética de sobrenome e separado por vírgulas.)

Entre esses bravos pioneiros da emancipação, podemos citar a família Zoroatro Coutinho, Justino de Azevedo, Pedro Rodrigues Sobrinho.

Instituições
[editar | editar código-fonte]

Cartórios de Registro Civil, Notas e similares
[editar | editar código-fonte]

(Inclua as unidades cartoriais do município, bem como endereço, telefone, e-mails e links para páginas virtuais, se houver.)

Cartório do Registro Civil e Notas Rua João Pessoa, 18 Centro Cep: 58115-000 Fone: (83) 3380-1030

Cemitérios
[editar | editar código-fonte]

(Inclua o(s) nome(s) do(s) cemitério(s) do município, tanto públicos quanto particulares, bem como endereço, telefone, e-mails e links para páginas virtuais, se houver)

Centros de História da Família
[editar | editar código-fonte]

(Inclua o(s) nome(s) do(s) Centro(s) de História da Família existente(s) no município. Utilize a opção Inserir Hiperlink para ligá-lo à página do Centro na Wiki.)

Locais de Registros Religiosos
[editar | editar código-fonte]

(Inclua as igrejas e outras instituições ligadas a estas, como dioceses, arquidioceses e escritórios, existentes no municípios, bem como endereço, telefone, e-mails e links para páginas virtuais, se houver.)

PARÓQUIA DE NOSSA SENHORA DO CARMO – 2010 Rua: 28 de Janeiro, S/N – Centro Cep: 58115-000 – Puxinanã – PB Fone: (83) 8751-8275 E-mail: paroquianscpuxinana@hotmail.com

Outros Locais e Instituições
[editar | editar código-fonte]

(Inclua Associações, Arquivos Públicos, Bibliotecas, Institutos Históricos, Museus, Prefeituras e qualquer outra instituição que possa conter acervo de interesse para a História da Família ou que possa servir de meio para contato no município; inclua endereços, telefones para contato, e-mails e links para páginas virtuais, se houver. Relacione-os em ordem alfabética.)

Outros Recursos de Pesquisa
[editar | editar código-fonte]

(Inclua outros recursos que possam ser utilizados para pesquisa específica no município, como comunidades online, páginas pessoais, etc.)

Bibliografias
[editar | editar código-fonte]

(Inclua livros já publicados relacionados à localidade.)

Referências
[editar | editar código-fonte]

  1. https://pt.wikipedia.org/wiki/Puxinanã
  2. http://cod.ibge.gov.br/CTJ