Se você não conseguir editar a wiki após o login, você precisará solicitar direitos de edição usando este formulário. Você será notificado assim que tais direitos de edição lhe forem concedidos.

Princesa Isabel, Paraíba - Genealogia

Fonte: FamilySearch Wiki
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Brasil Gotoarrow.png Paraíba Gotoarrow.png Princesa Isabel

(Inclua nesta página dados deste município. As informações em itálico são apenas orientações e deverão ser suprimidas assim que os conteúdos forem incluídos.)

PrincesaIsabelPB.svg.png

Localização: Mesorregião Sertão Paraibano
Área: 368,067 km²
Distância da Capital: 430 km

Datas
[editar | editar código-fonte]

(Inclua datas históricas relacionadas ao município, como data de fundação, emancipação política, etc.)


Elevado à categoria de vila com a denominação de Princesa, em 26 de novembro de 1875.
Em 05 de fevereiro de1879, é extinta a vila, sendo seu território anexado ao município de Piancó.
Elevado novamente à categoria de vila com a denominação de Princesa, em 03 de dezembro de 1880, desmembrado de Piancó.

Antigas Denominações
[editar | editar código-fonte]

(Inclua antigos nomes que o município tenha tido.)

Municípios Circunvizinhos
[editar | editar código-fonte]

Localidades
[editar | editar código-fonte]

(Inclua sublocalidades do município que sejam significativas, tais como povoados, fazendas, estâncias, etc.)


Distritos: Belém, São José, Ibiapina (Maníra, Alagoa Nova), Imoroti (Água Branca), Tavares

História
[editar | editar código-fonte]

Município Brasileiro do Estado da Paraíba, estando a uma atitude de 683 metros. Sua população estimada em 2010 é de 21.238 habitantes. Possui uma área de 368 Km. E foi marcada por importantes acontecimentos históricos, dentre eles, a revolução de 1930.
Princesa Isabel por volta de 1930, se declarou território livre e lutou contra o governo do Estado por 5 meses. Essa revolta foi liderada pelo coronel mais influente da região, José Pereira Lima, que se insurgiu contra medidas econômicas e práticas políticas modernizadoras adotadas pelo então presidente (denominação, à época, para governador) da Paraíba, João Pessoa. A gota d'água para o rompimento do coronel com João Pessoa foi a decisão do presidente do Estado de deixar de fora, na composição de uma chapa para deputado federal, o ex governador João Suassuna, pai do escritor Ariano Suassuna, e grande amigo de José Pereira.

O Coronel foi além do rompimento político. Reuniu 150 jagunços e as armas disponíveis na cidade - repassadas pelo governo federal aos coronéis da região para combater os cangaceiros de Lampião e a coluna prestes, expulsou os soldados do governo estadual que se dirigiam a Princesa e juntamente com o prefeito e o presidente da Câmara Municipal, declarou a independência administrativa da cidade, que passou, então, a ter bandeira, hino, leis, jornal e exército próprios.
João Pessoa usou todas as armas para tentar conter os rebeldes. Ameaçou bombardear a cidade e mobilizou homens sob o comando de José Américo de Almeida. Habituados com a geografia da região, os revoltosos venciam sucessivas batalhas. A revolta tomou grandes proporções, envolvendo além da Paraíba o Estado do Pernambuco e o governo federal. O assassinato de João Pessoa no dia 26 de julho de 1930 por João Dantas, motivado por questões políticas e pessoais, pôs fim à Revolta de Princesa.

Famílias Tradicionais
[editar | editar código-fonte]

(Relacione as famílias mais antigas e tradicionais do município, por ordem alfabética de sobrenome e separado por vírgulas.)

Instituições
[editar | editar código-fonte]

Cartórios de Registro Civil, Notas e similares
[editar | editar código-fonte]

(Inclua as unidades cartoriais do município, bem como endereço, telefone, e-mails e links para páginas virtuais, se houver.)


Cartório de Registro Civil e Pessoas Naturais

Praça José Nominando Diniz, s/n

Cep: 58755-000

Fone: (83) 3457-2250

Email: cartoriopri@hotmail.com

Cemitérios
[editar | editar código-fonte]

(Inclua o(s) nome(s) do(s) cemitério(s) do município, tanto públicos quanto particulares, bem como endereço, telefone, e-mails e links para páginas virtuais, se houver)

Centros de História da Família
[editar | editar código-fonte]

(Inclua o(s) nome(s) do(s) Centro(s) de História da Família existente(s) no município. Utilize a opção Inserir Hiperlink para ligá-lo à página do Centro na Wiki.)

Locais de Registros Religiosos
[editar | editar código-fonte]

(Inclua as igrejas e outras instituições ligadas a estas, como dioceses, arquidioceses e escritórios, existentes no municípios, bem como endereço, telefone, e-mails e links para páginas virtuais, se houver.)

PARÓQUIA DE NOSSA SENHORA DO BOM CONSELHO (1880)

Outros Locais e Instituições
[editar | editar código-fonte]

(Inclua Associações, Arquivos Públicos, Bibliotecas, Institutos Históricos, Museus, Prefeituras e qualquer outra instituição que possa conter acervo de interesse para a História da Família ou que possa servir de meio para contato no município; inclua endereços, telefones para contato, e-mails e links para páginas virtuais, se houver. Relacione-os em ordem alfabética.)

Outros Recursos de Pesquisa
[editar | editar código-fonte]

O blog historia de princesa pb tem muita informação sobre este município

Bibliografias
[editar | editar código-fonte]

(Inclua livros já publicados relacionados à localidade.)

Referências
[editar | editar código-fonte]

  1. http://pt.wikipedia.org/wiki/Princesa_Isabel_(Paraíba)
  2. http://cod.ibge.gov.br/237TQ