Se você não conseguir editar a wiki após o login, você precisará solicitar direitos de edição usando este formulário. Você será notificado assim que tais direitos de edição lhe forem concedidos.

Logradouro, Paraíba - Genealogia

Fonte: FamilySearch Wiki
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Brasil Gotoarrow.png Paraíba Gotoarrow.png Logradouro

(Inclua nesta página dados deste município. As informações em itálico são apenas orientações e deverão ser suprimidas assim que os conteúdos forem incluídos.)


Paraíba Municip Logradouro.svg.png

Localização: Mesorregião Agreste Paraibano
                   Microrregião Guarabira
Área:  37,996 km²
Distância da Capital: 140Km

Datas
[editar | editar código-fonte]

(Inclua datas históricas relacionadas ao município, como data de fundação, emancipação política, etc.)

Distrito criado com a denominação de Logradouro em 20 de dezembro de 1961, subordinado ao município de Caiçara. Elevado à categoria de município, com a denominação de Logradouro, em 29 de abril de 1994, desmembrado de Caiçara.

Antigas Denominações
[editar | editar código-fonte]

(Inclua antigos nomes que o município tenha tido.)

Municípios Circunvizinhos
[editar | editar código-fonte]

Localidades
[editar | editar código-fonte]

(Inclua sublocalidades do município que sejam significativas, tais como povoados, fazendas, estâncias, etc.)

História
[editar | editar código-fonte]

(Inclua um breve resumo histórico sobre o município, destacando os fatos que se relacionem ou que facilitem de alguma forma a pesquisa genealógica na localidade.)

Como na maioria das cidades que compreendem a região de Guarabira, em meados do século XV, essas terras pertenciam aos indíos potiguaras, numa região chamada de Serra da Copaoba. Após o descobrimento do Brasil, em 1500 os portugueses queriam se apossar das terras. No entanto, outros povos invadiram o Brasil, os franceses, que aqui chegaram e se aliaram aos potiguaras. A história relata que foi complicado para os portugueses conquistarem a Copaoba, foram 25 anos de guerra (1574 a 1599) e só venceram com o apoio dos tabajaras, índios que povoavam a Zona do Agreste e litoral. Depois da conquista, veio a colonização, o governo português distribuiu as terras para que os colonos viessem morar aqui, essas terras se chamavam sesmarias. Em 1619, Raphael de Carvalho recebeu a sesmaria de número 13 da capitania da Parahyba, onde iria surgir o município de Logradouro. Quando os holandeses invadiram parte do Nordeste Brasileiro, os potiguares voltaram a se revoltar, parando assim, a distribuição de terras por algum tempo. Entre 1625e 1690 ninguém queria residir nas terras temendo os índios. Com a retomada, em 1706 voltaram a ocupação na região. Registra-se também que, José de Abreu Cordeiro, grande proprietário da Serra da Raiz, era dono dessas terras (hoje, Logradouro) em 1776 e muito contribuiu para o seu povoamento. Em 1822, quando Manoel Soares da Costa e seu cunhado José Vicente fizeram suas casas de fazenda, seus currais de pau-a-pique e uma capela onde hoje é edificada a Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário, em Caiçara. O que fez o pequeno povoado prosperar foi o comércio. Estes sítios, os quais posteriormente deram origem a Logradouro e Caiçara, se tornaram caminho dos tropeiros ou almocreves que vinham da feira deMamanguape para a de Anta Esfolada (antigo nome da cidade Nova Cruz/RN - Cidade vizinha) O Município de Logradouro começou seu povoamento com um arraial surgido de uma fazenda de gado. Porém um fato importante aconteceu no começo do século passado: a estrada de ferro da RFFSA que passaria por Caiçara foi desviada, porque alguns proprietários influentes temiam a perda de seu gado, a estrada então passou por Logradouro, iniciando o seu desenvolvimento. Outro passo importante foi dado em 1 de janeiro de 1927quando foi terminada a construção da primeira capela do povoado, tendo como padroeiro São Sebastião, inaugurada pelo Cônego Aprígio, sacerdote da Serra da Raiz. O passo definitivo para o progresso da cidade foi a instalação, em 1935, de uma grande usina de beneficiamento de algodão da multinacional Anderson Clayton & Cia, que ficou conhecida como "A americana", hoje Tecelagem Santo André, ao comprar o algodão, riqueza daqueles tempos e empregar parte da população, a indústria fez crescer Logradouro. Infelizmente, a riqueza do algodão começou a diminuir no final do século XX, vindo o agave e o empobrecendo da região. A religiosidade sempre esteve presente no município, o monumento à Nossa Senhora do Desterro, um dos símbolos da cidade, foi construído por Joaquim Medeiros, que exercia o ofício de pintor e sua esposa Dona Maria, que era professora e escultora, um casal de origem cearense. O primeiro monumento ficava em frente aos bangalôs, casas construídas pela indústria. Em 1936, foi deslocado para ao lado da capela pelo casal Teodomiro Pacífico e Maria Eleotérica Soares. Hoje, o município possui além da primeira capela, outra Igreja dedicada a São Sebastião, que aguarda pela Diocese de Guarabira ser, um dia, elevada à Igreja Matriz e um dos seus filhos ilustres foi o Pe. Hildebrando Marques da Silva (1924-2004).

Famílias Tradicionais
[editar | editar código-fonte]

(Relacione as famílias mais antigas e tradicionais do município, por ordem alfabética de sobrenome e separado por vírgulas.)

Instituições
[editar | editar código-fonte]

Cartórios de Registro Civil, Notas e similares
[editar | editar código-fonte]

(Inclua as unidades cartoriais do município, bem como endereço, telefone, e-mails e links para páginas virtuais, se houver.)

Cartório do Registro Civil e Notas

Rua Francisco Gomes, 113 Centro

Cep: 58254-000

Fone: (83) 3337-0103

Cemitérios
[editar | editar código-fonte]

(Inclua o(s) nome(s) do(s) cemitério(s) do município, tanto públicos quanto particulares, bem como endereço, telefone, e-mails e links para páginas virtuais, se houver)

Centros de História da Família
[editar | editar código-fonte]

(Inclua o(s) nome(s) do(s) Centro(s) de História da Família existente(s) no município. Utilize a opção Inserir Hiperlink para ligá-lo à página do Centro na Wiki.)

Locais de Registros Religiosos
[editar | editar código-fonte]

(Inclua as igrejas e outras instituições ligadas a estas, como dioceses, arquidioceses e escritórios, existentes no municípios, bem como endereço, telefone, e-mails e links para páginas virtuais, se houver.)

Paróquia Nossa Senhora dos Remédios

Praça Capitão Antonio Vieira, s/n Centro

Cep: 58254-000

Fone: (83) 3521-1274


Paróquia Nossa Senhora de Santana

Rua Joaquim Pinto Neto, 12 Centro

Cep: 58254-000

Fone: (83) 3521-1305

Outros Locais e Instituições
[editar | editar código-fonte]

(Inclua Associações, Arquivos Públicos, Bibliotecas, Institutos Históricos, Museus, Prefeituras e qualquer outra instituição que possa conter acervo de interesse para a História da Família ou que possa servir de meio para contato no município; inclua endereços, telefones para contato, e-mails e links para páginas virtuais, se houver. Relacione-os em ordem alfabética.)

Outros Recursos de Pesquisa
[editar | editar código-fonte]

(Inclua outros recursos que possam ser utilizados para pesquisa específica no município, como comunidades online, páginas pessoais, etc.)

Bibliografias
[editar | editar código-fonte]

(Inclua livros já publicados relacionados à localidade.)

Referências
[editar | editar código-fonte]

  1. https://pt.wikipedia.org/wiki/Logradouro_(Paraíba)
  2. http://cod.ibge.gov.br/IV8

http://www.cnj.jus.br/corregedoria/registrocivil/index.php?