Se você não conseguir editar a wiki após o login, você precisará solicitar direitos de edição usando este formulário. Você será notificado assim que tais direitos de edição lhe forem concedidos.

Damião, Paraíba - Genealogia

Fonte: FamilySearch Wiki
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Brasil Gotoarrow.png Paraíba Gotoarrow.png Damião

(Inclua nesta página dados deste município. As informações em itálico são apenas orientações e deverão ser suprimidas assim que os conteúdos forem incluídos.)


Paraíba Municip Damião.svg.png

Localização: Mesorregião Agreste Paraibano
                   Microrregião Curimataú Ocidental
Área: 109,760 km²
Distância da Capital: 200Km

Datas
[editar | editar código-fonte]

(Inclua datas históricas relacionadas ao município, como data de fundação, emancipação política, etc.)

Distrito criado com a denominação de Damião, em 20 de junho de 1980, subordinado ao município de Barra de Santa Rosa. Elevado à categoria de município e distrito com a denominação de Damião, em 29 de abril de 1994, desmembrado de Barra de Santa Rosa.

Antigas Denominações
[editar | editar código-fonte]

(Inclua antigos nomes que o município tenha tido.)

Municípios Circunvizinhos
[editar | editar código-fonte]

Localidades
[editar | editar código-fonte]

(Inclua sublocalidades do município que sejam significativas, tais como povoados, fazendas, estâncias, etc.)

História
[editar | editar código-fonte]

(Inclua um breve resumo histórico sobre o município, destacando os fatos que se relacionem ou que facilitem de alguma forma a pesquisa genealógica na localidade.)

Sua história começou na primeira metade do século XVIII, mais precisamente entre os anos de 1860 e 1870 época que alguns retirantes fugindo da seca no sertão paraibano se deslocavam para a região do brejo, porém entre os menos favorecidos também vinham pessoas com poder aquisitivo maior, bem como os Senhores Cosme e Damião que chegaram nesta época trazendo consigo um rebanho de animais.

O Senhor Cosme construiu uma cabana onde hoje se denomina Sitio Olho D’água é possível ainda, encontrar um morro denominado “Serrote do Cosme” e “Capoeira do Cosme”, pois foi justamente neste local que ele realizou sua primeira plantação. O seu irmão foi um pouco mais adiante, precisamente as margens de uma lagoa que hoje é conhecida como “lagoa de nico” onde também, ergueu uma cabana. Ele era casado e sua família era bastante acolhedora, pois quem os visitava tinham o prazer de ali retornar. Nos finais de semana e feriados sua casa era bastante visitada por pessoas que buscavam algum tipo de suprimento alimentar, quando algumas pessoas se encontravam no meio do caminho uma perguntava para a outra: - “Donde tu vem”? A outra respondia: - “vem lá de damião”. Portanto até os dias de hoje se alguém encontra outra pessoa nas proximidades da cidade e pergunta de onde você vem? Certamente essa pessoa vai responder venho lá de Damião, isso virou hábito e consequentemente o nome da Cidade.

Não se têm registros oficiais destas famílias, pois as mesmas estiveram nesta região por algum período de tempo, porque quando houve melhorias nas condições climáticas no sertão, os mesmos retornaram ao seu rincão, com relação às terras como eles não tinham posse legal acabaram por abandoná-las. Como eles abandonaram as terras isso atraiu outras famílias para aquela localidade e é claro aos poucos foi povoando-se cada vez mais, até ser elevado a categoria de distrito administrativo de Barra de Santa Rosa.

Em 1948 passou a habitar nesta localidade o Senhor Professor João André dos Santos (in memorian), vindo da Cidade de Solânea-PB; popularmente conhecido como seu Nino, o mesmo deu início a um processo de alfabetização que por toda sua existência fez questão de levar muito a sério.

O Senhor Nino por não ter onde trabalhar utilizava uma pequena capela localizada no Sítio Cabaceiro onde cobrava cinco mil réis como ajuda de custo para comprar querosene para um lampião de dois bicos que iluminava o ambiente, essa capela fica distante cerca de três quilômetros de onde hoje funciona o paço municipal, portanto, o primeiro professor desta região, também lutou e conseguiu a construção da primeira Escola do município denominada “Alexandre Diniz da Penha”, construída na gestão do Prefeito José Ribeiro Diniz, (Zé Diniz). Foi também o primeiro escrivão do cartório de registro de pessoas naturais, mesmo sem ter onde trabalhar, o mesmo, utilizava sua residência para desenvolver seus trabalhos de cartorário. Sua emancipação proporcionou-se no dia 29 de abril de 1994, sendo sua instalação no dia 01 de janeiro de 1997,

Famílias Tradicionais
[editar | editar código-fonte]

(Relacione as famílias mais antigas e tradicionais do município, por ordem alfabética de sobrenome e separado por vírgulas.)

Instituições
[editar | editar código-fonte]

Cartórios de Registro Civil, Notas e similares
[editar | editar código-fonte]

(Inclua as unidades cartoriais do município, bem como endereço, telefone, e-mails e links para páginas virtuais, se houver.)

Serviço Registral João André dos Santos

Rua São Luis, s/n Centro

Cep: 58173-000

Fone: (83) 9336-2407

Email: rosenosilva2011@hotmail.com

Cemitérios
[editar | editar código-fonte]

(Inclua o(s) nome(s) do(s) cemitério(s) do município, tanto públicos quanto particulares, bem como endereço, telefone, e-mails e links para páginas virtuais, se houver)

Centros de História da Família
[editar | editar código-fonte]

(Inclua o(s) nome(s) do(s) Centro(s) de História da Família existente(s) no município. Utilize a opção Inserir Hiperlink para ligá-lo à página do Centro na Wiki.)

Locais de Registros Religiosos
[editar | editar código-fonte]

(Inclua as igrejas e outras instituições ligadas a estas, como dioceses, arquidioceses e escritórios, existentes no municípios, bem como endereço, telefone, e-mails e links para páginas virtuais, se houver.)

Paróquia de Nossa Senhora da Conceição e Santa Rosa de Lima

Praça Frei Martinho, s/n Centro

Cep: 58170-000 Barra de Santa Rosa-PB

Fone: (83) 3376-1061

Email: conceicaoesantarosadelima@bol.com.br

Outros Locais e Instituições
[editar | editar código-fonte]

(Inclua Associações, Arquivos Públicos, Bibliotecas, Institutos Históricos, Museus, Prefeituras e qualquer outra instituição que possa conter acervo de interesse para a História da Família ou que possa servir de meio para contato no município; inclua endereços, telefones para contato, e-mails e links para páginas virtuais, se houver. Relacione-os em ordem alfabética.)

Outros Recursos de Pesquisa
[editar | editar código-fonte]

(Inclua outros recursos que possam ser utilizados para pesquisa específica no município, como comunidades online, páginas pessoais, etc.)

Bibliografias
[editar | editar código-fonte]

(Inclua livros já publicados relacionados à localidade.)

Referências
[editar | editar código-fonte]

  1. https://pt.wikipedia.org/wiki/Damião
  2. http://cod.ibge.gov.br/IG2