Se você não conseguir editar a wiki após o login, você precisará solicitar direitos de edição usando este formulário. Você será notificado assim que tais direitos de edição lhe forem concedidos.

Centenário do Sul, Paraná - Genealogia

Fonte: FamilySearch Wiki
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Brasil Gotoarrow.png Paraná Gotoarrow.png Centenário do Sul

(Inclua nesta página dados deste município. As informações em itálico são apenas orientações e deverão ser suprimidas assim que os conteúdos forem incluídos.)


Paraná Municip Centenário do Sul.svg.png

Localização: Mesorregião Norte Central Paranaense
                   Microrregião Astorga
Área: 371,835 km²
Distância da Capital: 484Km

Datas
[editar | editar código-fonte]

  • 1943 - Chegada dos primeiros colonizadores na região;
  • 1945 - Pio Esteves Martins constroe o primeiro rancho;
  • 20 de Agosto de 1945 - Foi efetuada a demarcação de lotes urbanos e rurais;
  • 10 de Outubro de 1947 - Centenário do Sul foi elevada a Distrito Administrativo;
  • 14 de Novembro de 1951 - O Distrito elevado a Município e desmembrou-se de Jaguapitã;
  • 14 de Dezembro de 1952 - Posse do primeiro Prefeito, Sr. Afonso Belenda.

Antigas Denominações
[editar | editar código-fonte]

(Inclua antigos nomes que o município tenha tido.)

Municípios Circunvizinhos
[editar | editar código-fonte]

Localidades
[editar | editar código-fonte]

(Inclua sublocalidades do município que sejam significativas, tais como povoados, fazendas, estâncias, etc.)

História
[editar | editar código-fonte]

A formação do povoado teve início entre os anos de 1943 e 1944, os primeiros colonizadores que aqui se estabeleceram vinham em busca da riqueza, em especial às transações imobiliárias, agrícolas e comerciais. Entre os primeiros povoadores podem ser citados Pio Esteves Martins, que chegou em 1945 e construiu o primeiro rancho. No dia 20 de Agosto de 1945 foi efetuada a demarcação de lotes urbanos e rurais pelo Engenheiro Casimiro Leão, com a ajuda do Agrimensor Margarido. A terra fértil atraiu grande número de homens de negócios, fazendeiros e agricultores que iniciaram o progresso e desenvolvimento. Destacam-se entre outros João de Carlos, João Ferreira dos Anjos, José Climácio da Silva, Benedito Anacleto Resende, Pedro Gonçalves da Silva, Horácio P. da Silva - 1º vereador de Centenário do Sul, na Câmara de Jaguapitã.

Em 1946, foi construída a primeira capela (que teve como Padroeira Nossa Senhora Aparecida) e logo após uma padaria e uma pensão. A primeira missa foi celebrada a 06 de setembro de 1946 pelo Padre Luiz de Otam. A cultura cafeeira foi iniciada por Izidoro Ignotti, João Nicolau, Bruno e Maximiliano Stábile.

No ano de 1947, entrou em funcionamento a primeira serraria administrada por Caetano Belenda, a qual impulsionou grande desenvolvimento a esta localidade. Em 10 de Outubro deste mesmo ano, Centenário do Sul foi elevada a Distrito Administrativo através da Lei Estadual nº. 02 em virtude da eleição de Jaguapitã a Município. Foram nomeados nesta data os senhores Antônio R. de Oliveira (Juiz de Paz), Isaac Cândido de Almeida (Sub-delegado), Alcides Faustino (Escrivão do registro Civil e anexos).

A primeira escola foi construída em 1.948, tendo como professoras as senhoras Maria Guimarães da Cruz e Olívia Esteves Martins.

Em 1.949, Centenário do Sul, já contava com um campo de pouso para aviões de pequeno porte. Entre os anos de 1.950 e 1.952 a energia elétrica passou a chegar no Distrito através de um gerador instalado na serraria do Sr. Manuel de Freitas. O primeiro vigário Padre foi Frei Francisco, chegou em 1951.

A rápida transformação de simples povoado a Distrito dos mais populosos e promissores fez com que fosse elevado a Município no dia 14 de Novembro de 1951, através da Lei Estadual nº. 790; atendendo a várias reivindicações de seus moradores desmembrando-se de Jaguapitã.

No dia 14 de Dezembro de 1952 foi realizada a instalação solene do Município com a posse do primeiro Prefeito, Sr. Afonso Belenda e da Câmara dos Vereadores, composta pelos Senhores: José Climácio da Silva, Olívio Francisco de Assis, Fuad Nacli, João Pereira dos Anjos, Francisco Brígido Dutra, Aldo Zanardo, Antônio Rodrigues de Oliveira, Esperidião Ribeiro e Arlindo Viana Xavier Filho. A instalação do Município coincidiu com a abertura de grandes fazendas: Fazenda Quem Sabe de Doutor Magalhães, Fazenda Carneiro de Waldomiro Carneiro, Fazenda Tabapuã de Jerônimo Inácio da Costa, Fazenda Ibianê de Antônio Junqueira, Fazenda Mont Serrat de Izidoro Ignotti, Fazenda Primavera de Hermes Faria de Macedo, Fazenda Água Vista Alegre de Pedro Domingos de Oliveira, Josafa Dantas Correira e João Garrido, Fazenda Água do Pito de Benjamim de Brito e José de Castro, e das famílias Takano e Enokida nas proximidades da Fazenda São Luiz de Milton Barrionuevo.

A origem do nome Centenário do Sul ao Município deve-se ao Engenheiro Casimiro Leão que assim denominou a localidade para indicar que ficava próximo do Ribeirão Centenário na parte Sul da Gleba.

Outros dizem que a origem de Centenário do Sul se deve ao fato que no ano de sua fundação, em 1952, o Sul do Estado comemorava o centésimo aniversário de emancipação de São Paulo.

Famílias Tradicionais
[editar | editar código-fonte]

(Relacione as famílias mais antigas e tradicionais do município, por ordem alfabética de sobrenome e separado por vírgulas.)

Instituições
[editar | editar código-fonte]

Cartórios de Registro Civil, Notas e similares
[editar | editar código-fonte]

(Inclua as unidades cartoriais do município, bem como endereço, telefone, e-mails e links para páginas virtuais, se houver.)

  • Cartório de Registro de Imóveis
    Endereço: Rua Londrina 550 - Bairro: Centro
    Telefone : (43) 3675-1296
    E-mail : cricentenario@cri.com.br
  • Cartório do Registro Civil de Pessoas Naturais
    Endereço: Rua Prefeito Aparecido Ferreira Lima, 640 - Bairro: Centro - CEP: 86630-000
    Telefone : (43) 3675-1174
  • Tabelionato de Notas e Protestos
    Endereço: Rua Reverendo Eduardo Carlos Pereira, 501 - CEP: 86630-000
    Telefone: (43) 3675-1431
    E-mail : cartorio_centenario@hotmail.com

Cemitérios
[editar | editar código-fonte]

(Inclua o(s) nome(s) do(s) cemitério(s) do município, tanto públicos quanto particulares, bem como endereço, telefone, e-mails e links para páginas virtuais, se houver)

Centros de História da Família
[editar | editar código-fonte]

(Inclua o(s) nome(s) do(s) Centro(s) de História da Família existente(s) no município. Utilize a opção Inserir Hiperlink para ligá-lo à página do Centro na Wiki.)

Locais de Registros Religiosos
[editar | editar código-fonte]

(Inclua as igrejas e outras instituições ligadas a estas, como dioceses, arquidioceses e escritórios, existentes no municípios, bem como endereço, telefone, e-mails e links para páginas virtuais, se houver.)

Outros Locais e Instituições
[editar | editar código-fonte]

(Inclua Associações, Arquivos Públicos, Bibliotecas, Institutos Históricos, Museus, Prefeituras e qualquer outra instituição que possa conter acervo de interesse para a História da Família ou que possa servir de meio para contato no município; inclua endereços, telefones para contato, e-mails e links para páginas virtuais, se houver. Relacione-os em ordem alfabética.)

Outros Recursos de Pesquisa
[editar | editar código-fonte]

(Inclua outros recursos que possam ser utilizados para pesquisa específica no município, como comunidades online, páginas pessoais, etc.)

Bibliografias
[editar | editar código-fonte]

(Inclua livros já publicados relacionados à localidade.)

Referências
[editar | editar código-fonte]

  1. https://pt.wikipedia.org/wiki/Centenário do Sul
  2. http://cod.ibge.gov.br/239RB
  3. cartoriosbr.com.br/8500/cartorio-de-registro-civil-de-centenario-do-sul/
  4. www.cidadesdomeubrasil.com.br/PR/centenario_do_sul/cartorios
  5. www.telelistas.net/pr/centenario+do+sul/cartorios+e+tabeliaes/