Se você não conseguir editar a wiki após o login, você precisará solicitar direitos de edição usando este formulário. Você será notificado assim que tais direitos de edição lhe forem concedidos.

Belém, Paraíba - Genealogia

Fonte: FamilySearch Wiki
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Brasil Gotoarrow.png Paraíba Gotoarrow.png Belém

Belém_Paraíba.jpg
(Inclua nesta página dados deste município. As informações em itálico são apenas orientações e deverão ser suprimidas assim que os conteúdos forem incluídos.)


Paraíba Municip Belém.svg.png

Localização: Mesorregião Agreste Paraibano
                   Microrregião Guarabira
Área: 100,143 km²
Distância da Capital: 123Km

Datas
[editar | editar código-fonte]

(Inclua datas históricas relacionadas ao município, como data de fundação, emancipação política, etc.)

Em 1936, figura município de Caiçara o distrito de Belém. Em 31 de dezembro de 1943, o distrito de Belém passou a denominar-se Curimataú. Em 05 de novembro de 1948, o distrito de Curimataú passou a denominar-se Belém de Caiçara. Elevado à categoria de município com a denominação de Belém, em 06 de setembro de 1957, desmembrado de Caiçara.

Antigas Denominações
[editar | editar código-fonte]

(Inclua antigos nomes que o município tenha tido.)

Municípios Circunvizinhos
[editar | editar código-fonte]

Localidades
[editar | editar código-fonte]

(Inclua sublocalidades do município que sejam significativas, tais como povoados, fazendas, estâncias, etc.)

Distrito de Rua Nova

História
[editar | editar código-fonte]

(Inclua um breve resumo histórico sobre o município, destacando os fatos que se relacionem ou que facilitem de alguma forma a pesquisa genealógica na localidade.)

O início da colonização da Paraíba quando no final do século XVI, entre os anos de 1587 e 1592, nas administrações do Ouvidor Geral do Brasil, Martim Leitão, e do capitão-mor da Paraíba, Feliciano Coelho de Carvalho, aconteceram sangrentas batalhas na região da Serra da Copaoba, na qual está inserida grande parte do município de Belém, entre os Índios Potiguaras aliados dos franceses que exploravam o Pau-Brasil da região, e os portugueses, aliados com os índios Tabajaras do litoral paraibano. Os Potiguaras, primeiros nativos do município de Belém, sob a liderança dos caciques Pao-Seco e Zorobabé, tentaram resistir aos ataques dos colonizadores e dos Tabajaras, porém foram derrotados e os Potiguaras tiveram que fugir para o Estado do Rio Grande do Norte. Segundo historiadores, essa batalha sangrenta na região da Serra da Copaóba dizimou cerca de 20 mil índios Potiguaras. A segunda metade do século XIX quando de acordo com uma certidão datada de janeiro de 1935 do tabelião e oficial do registro de imóveis do Termo de Guarabira, Joel Baptista da Fonseca, o padre José Tavares Bezerra doou em 1871 uma parte de terras para a Capela Nossa Senhora da Conceição do povoado de Belém. Este pequeno povoado em formato de uma cruz, onde as primeiras residências e casebres foram se amontoando ao lado da estrada de barro que ligava-o a povoados mais próximos, foi denominado pelos seus moradores de Gengibre. Possivelmente pela abundância e cultivo dessa leguminosa pelos índios Potiguaras que habitavam a região a fim de fazerem escambo com os franceses que eram seus aliados. No início do século XX chegou ao povoado um migrante de nome desconhecido, que se estabeleceu com um pequeno hotel para servir como hospedaria para as pessoas que sempre se deslocavam em direção as feiras dos povoados vizinhos. Esse migrante teria convidado os frades capuchinhos, Frei Herculano e Frei Martinho para pregarem as Santas Missões no povoado. Durante as pregações das Santas Missões os missionários observaram que no lugarejo havia muitas brigas e confusões entre os habitantes. Foi quando os frades sugeriram que a mudança do nome povoado talvez fosse a solução, pois Gengibre se tratava de uma raiz ardente, e com um nome mais suave poderia mudar o comportamento agressivo dos habitantes. Daí surgiu o nome de Belém, que significa “casa de pão”, nome manso e pacífico por ser o nome da cidade onde Jesus nasceu. E também, contam alguns, devido o povoado estar bem próximo de uma serra chamada Pedra do Cordeiro, fazendo assim uma analogia à figura de Jesus nascido em Belém da Judéia. Já por volta do ano de 1914 teve início a construção da Igreja de Nossa Senhora da Conceição, tendo sido inaugurada oficialmente em 24 de fevereiro de 1934. São lembrados ainda, como pioneiros da colonização de Belém, isto é, como os primeiros moradores da vila, os senhores Antônio da Cunha Rego, José Tomás Pedrosa, João Fernandes Madruga e Antônio Targino Pessoa.

Famílias Tradicionais
[editar | editar código-fonte]

(Relacione as famílias mais antigas e tradicionais do município, por ordem alfabética de sobrenome e separado por vírgulas.)

Instituições
[editar | editar código-fonte]

Cartórios de Registro Civil, Notas e similares
[editar | editar código-fonte]

(Inclua as unidades cartoriais do município, bem como endereço, telefone, e-mails e links para páginas virtuais, se houver.)

Cartório do Registro Civil

Rua Brasiliano da Costa, 330 Centro

Cep: 58255-000

Fone: (83) 3261-1210

Email: osvanysales.belempb@gmail.com


Cartório Distrital de Rua Nova

Avenida da Independência, s/n Centro

Cep: 58255-000

Fone: (83) 9915-3577

Email: maiapedrosa@hotmail.com

Cemitérios
[editar | editar código-fonte]

(Inclua o(s) nome(s) do(s) cemitério(s) do município, tanto públicos quanto particulares, bem como endereço, telefone, e-mails e links para páginas virtuais, se houver)

Centros de História da Família
[editar | editar código-fonte]

(Inclua o(s) nome(s) do(s) Centro(s) de História da Família existente(s) no município. Utilize a opção Inserir Hiperlink para ligá-lo à página do Centro na Wiki.)

Locais de Registros Religiosos
[editar | editar código-fonte]

(Inclua as igrejas e outras instituições ligadas a estas, como dioceses, arquidioceses e escritórios, existentes no municípios, bem como endereço, telefone, e-mails e links para páginas virtuais, se houver.)

Paróquia Sagrada Família

Praça 6 de setembro, 80 Centro

Cep: 58255-000

Fone: (83) 3261-1321

Outros Locais e Instituições
[editar | editar código-fonte]

(Inclua Associações, Arquivos Públicos, Bibliotecas, Institutos Históricos, Museus, Prefeituras e qualquer outra instituição que possa conter acervo de interesse para a História da Família ou que possa servir de meio para contato no município; inclua endereços, telefones para contato, e-mails e links para páginas virtuais, se houver. Relacione-os em ordem alfabética.)

Outros Recursos de Pesquisa
[editar | editar código-fonte]

(Inclua outros recursos que possam ser utilizados para pesquisa específica no município, como comunidades online, páginas pessoais, etc.)

Bibliografias
[editar | editar código-fonte]

(Inclua livros já publicados relacionados à localidade.)

Referências
[editar | editar código-fonte]

  1. https://pt.wikipedia.org/wiki/Belém (Paraíba)]
  2. http://cod.ibge.gov.br/236AJ

http://www.cnj.jus.br/corregedoria/registrocivil/index.php?