Se você não conseguir editar a wiki após o login, você precisará solicitar direitos de edição usando este formulário. Você será notificado assim que tais direitos de edição lhe forem concedidos.

Baraúna, Paraíba - Genealogia

Fonte: FamilySearch Wiki
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Brasil Gotoarrow.png Paraíba Gotoarrow.png Baraúna

(Inclua nesta página dados deste município. As informações em itálico são apenas orientações e deverão ser suprimidas assim que os conteúdos forem incluídos.)


Paraíba Municip Baraúna.svg.png

Localização: Mesorregião Borborema
                   Microrregião Seridó Oriental Paraibano
Área: 50,577 km²
Distância da Capital: 231Km

Datas
[editar | editar código-fonte]

(Inclua datas históricas relacionadas ao município, como data de fundação, emancipação política, etc.)

Distrito criado com a denominação de Baraúnas, em 20 de dezembro de 1961, subordinado ao município de Picuí. Elevado à categoria de município com a denominação de Baraúna, em 29 de abril de 1994, desmembrado de Picuí.

Antigas Denominações
[editar | editar código-fonte]

(Inclua antigos nomes que o município tenha tido.)

Municípios Circunvizinhos
[editar | editar código-fonte]

Localidades
[editar | editar código-fonte]

(Inclua sublocalidades do município que sejam significativas, tais como povoados, fazendas, estâncias, etc.)

História
[editar | editar código-fonte]

(Inclua um breve resumo histórico sobre o município, destacando os fatos que se relacionem ou que facilitem de alguma forma a pesquisa genealógica na localidade.)

Em meados do ano de 1890 chegaram aqui, advindos de Brejo de Areia, as famílias Barbosa e Rodrigues que fixaram residência nas localidades de Pedra Vermelha e Lagoa da Caraibeira. Na localidade conhecida como Catolé, estabeleceu-se a família Galdino, vinda, em retirada de gado, de Sítio Velho, no município de Soledade. Na localidade de Cabeça de Boi estabeleceu-se a família Sousa que se dedicava à criação de gado, encontrando nesta região o local adequado para tal atividade. No final de 1890 chega à região a família Italiano. O Sr. Francisco Italiano adquire do Cel. Manuel de Barros uma gleba de terra, na localidade chamada Moreira, onde fixa residência construindo uma casa de taipa e um curral para prender o gado, que até então pastava solto no capoeirão, onde predominava a malva e a Baraúna, árvore muito comum na caatinga e que contém espinhos em seus ramos. Devido a grande quantidade dessas árvores, a lagoa que existia na localidade de Moreira durante muito tempo foi chamada de Lagoa das Baraúnas. Mais tarde para simplificar o nome passaram a chamar apenas de Baraúnas. As famílias que habitavam essa região tinham em comum a atividade de criação de gado, o cultivo da agricultura e a prática da religião católica. Se reuniam na casa do Sr. Francisco Italiano para rezarem as novenas e, de tempos em tempos, era celebrada uma missa pelo padre da freguesia da Paróquia de São Sebastião do Triunfo. Com o aparecimento de outras famílias na região, foi aumentando o povoamento da localidade que logo se tornou vila. Em meados de 1937 surgiu em toda a região uma grande epidemia de varíola, conhecida como bexiga taboca e a febre amarela, que tiraram muitas vidas. O Sr. Francisco Italiano, devoto de Nossa Senhora do Desterro, fez uma promessa que se o mal fosse dizimado construiria uma capelinha e traria a imagem de Nossa Senhora, tornando-a assim a padroeira da localidade. Quando a vila passou a distrito em 1958, a capela foi transferida para o local o onde está até hoje, sendo ampliada, ao longo do tempo, pelo seus fiéis. Muitos padres celebraram missas na capela. O Cônego José da Cunha Barros, nascido na região, foi pároco até sua morte em 1978, sendo substituído pelo padre italiano Donato Rizzi. Para a formação do povoado foi construído um aglomerado de casas, feitas de taípa coberta de gravatá. As primeiras residências feitas de tijolos ficavam localizadas à rua Francisco Italiano, onde seus proprietários eram o Sr. José Lourenço Dantas, umdos mais antigos, o Sr. José Ribeiro, as famílias Gomes, Cassiano, Rodrigues, Valeriano e outras que contribuiram para a formação da cidade.

Famílias Tradicionais
[editar | editar código-fonte]

(Relacione as famílias mais antigas e tradicionais do município, por ordem alfabética de sobrenome e separado por vírgulas.)

Instituições
[editar | editar código-fonte]

Cartórios de Registro Civil, Notas e similares
[editar | editar código-fonte]

(Inclua as unidades cartoriais do município, bem como endereço, telefone, e-mails e links para páginas virtuais, se houver.)

Cartório de Registro Civil e Notas Rua Castelo Branco, 76 Centro Cep: 58188-000 Fone: (83)3633-1059 Email: cartório-de-braúna@bol.com.br

Cemitérios
[editar | editar código-fonte]

(Inclua o(s) nome(s) do(s) cemitério(s) do município, tanto públicos quanto particulares, bem como endereço, telefone, e-mails e links para páginas virtuais, se houver)

Centros de História da Família
[editar | editar código-fonte]

(Inclua o(s) nome(s) do(s) Centro(s) de História da Família existente(s) no município. Utilize a opção Inserir Hiperlink para ligá-lo à página do Centro na Wiki.)

Locais de Registros Religiosos
[editar | editar código-fonte]

(Inclua as igrejas e outras instituições ligadas a estas, como dioceses, arquidioceses e escritórios, existentes no municípios, bem como endereço, telefone, e-mails e links para páginas virtuais, se houver.)

PARÓQUIA DE NOSSA SENHORA DO DESTERRO – 2014 Rua Padre Apolônio Gaudêncio, Nº 15 Cep: 58188-000 – Barauna – PB Fone: (83) 9622-2267 (83) 8664-6036

Outros Locais e Instituições
[editar | editar código-fonte]

(Inclua Associações, Arquivos Públicos, Bibliotecas, Institutos Históricos, Museus, Prefeituras e qualquer outra instituição que possa conter acervo de interesse para a História da Família ou que possa servir de meio para contato no município; inclua endereços, telefones para contato, e-mails e links para páginas virtuais, se houver. Relacione-os em ordem alfabética.)

Outros Recursos de Pesquisa
[editar | editar código-fonte]

(Inclua outros recursos que possam ser utilizados para pesquisa específica no município, como comunidades online, páginas pessoais, etc.)

Bibliografias
[editar | editar código-fonte]

(Inclua livros já publicados relacionados à localidade.)

Referências
[editar | editar código-fonte]

  1. https://pt.wikipedia.org/wiki/Baraúna (Paraíba)
  2. http://cod.ibge.gov.br/LZG

http://www.cnj.jus.br/corregedoria/registrocivil/index.php?